Sete Saias da Nazaré

As setes saias é uma indumentária típica da Nazaré. A origem desta tradição não é totalmente conhecida e as explicações são diversas. No entanto, há algo que todos parecem concordar, esta tradição está intimamente ligada à vida do mar.
As mulheres da Nazaré, sentadas no areal, aguardavam pacientemente a chegada dos maridos e filhos que iam à pesca. A difícil vida do mar e a ansia destas mulheres por ver chegar a terra os que lhe são queridos levava-as a fazer grandes vigílias.

De olhos postos na imensidão do mar estas mulheres, para se protegerem do frio, utilizavam várias saias. As saias de cima protegiam a parte superior do corpo e as restantes tapavam as pernas.

Relativamente ao número sete, o povo diz que representam as sete virtudes, os sete dias da semana, as sete cores do arco-íris, as sete ondas do mar, entre outras atribuições.

O uso de várias saias, pelas mulheres da Nazaré, poderá também estar ligado a razões estéticas. Nomeadamente, para evidenciar a beleza e harmonia das linhas femininas (cintura fina e ancas arredondadas). O conjunto é composto por saias brancas (por baixo). As restantes saias, de tecido claro são normalmente ornamentadas a crochet e cobertas por avental bordado com diversas cores.

A mulher da Nazaré foi adotando o uso das sete saias nos dias de festa e a tradição perdura até aos dias de hoje.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Send this to a friend